CEFET-MG

Normas de Segurança

NORMA DE
ACESSO, UTILIZAÇÃO E SEGURANÇA
NOS LABORATÓRIOS E DEPENDÊNCIAS DO DEMAT
 
 
 
 
 
 

CHEFE DO DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE MATERIAIS

Prof. Ezequiel de Souza Costa Júnior

SUBCHEFE DO DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE MATERIAIS

Prof. Joel Romano Brandão

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

BELO HORIZONTE

2013
 
 

 

 

 
SUMÁRIO

1.    Introdução

2.    Recomendação Geral

3.    Regras Gerais de Acesso aos Laboratórios e Dependências

4.    Regras de Ordem Pessoal

5.    Regras Gerais de Utilização dos Laboratórios e Equipamentos

6.    Regras Gerais de Segurança

7.    Normas específicas

A.   Laboratório de Soldagem (Em elaboração)

B.   Laboratório de Fundição (Em elaboração)

C.   Laboratório de Desenho (Em elaboração)

D.   Laboratório de Informática (Em elaboração)

Anexos:

Anexo I: VESTUÁRIO PARA USO NAS AULAS TEÓRICAS – TÉCNICOS

Anexo II: VESTUÁRIO PARA USO NAS AULAS TEÓRICAS – ENGENHARIAS

1.     Introdução

Todas as atividades desenvolvidas nas dependências do Departamento de Engenharia de Materiais do CEFET-MG – DEMAT estão diretamente relacionadas com a formação de técnicos, engenheiros e pesquisadores aptos a integrarem o quadro profissional de empresas e instituições nas diversas áreas da economia ou ainda para produção de conhecimento e tecnologia.

O perfil profissional esperado dos alunos formados pelo CEFET-MG envolve a capacidade de aplicação dos conhecimentos adquiridos, de forma a propor alternativas viáveis e empreendedoras para solução de problemas, incorporar e transferir tecnologias, e desempenhar funções gerenciais e técnicas.

Para atender a estes objetivos é fundamental a existência de laboratórios específicos que contribuam para o desenvolvimento e realização das atividades de ensino, pesquisa e extensão. Em cada laboratório, máquinas e equipamentos devem ser disponibilizados e utilizados de forma cuidadosa, segura e racional para preservação de suas condições e melhor aproveitamento dos recursos, além de minimização dos riscos de acidentes, de geração de resíduos e de impactos ambientais.

Neste sentido, e em qualquer atividade profissional é imprescindível que algumas regras sejam definidas com o objetivo de que a conduta por todas as pessoas envolvidas nos locais em que as mesmas se desenvolvam contribuam para a segurança, organização, preservação da integridade física, uso racional de recursos e estabelecimento de padrões satisfatórios de qualidade, conforto e respeito.

Esta norma foi desenvolvidas para as dependências e todos os laboratórios do DEMAT . e é aplicada aos alunos, professores, funcionários, prestadores de serviços e visitantes que utilizam e desenvolvem atividades mesmo que em caráter esporádico ou temporário. Esta norma envolve principalmente regras de disciplina, responsabilidade e segurança. As regras estabelecidas na categoria de “Regras Gerais” se aplicam a todas as dependências e laboratórios. Para alguns laboratórios, são também necessárias outras regras que foram enquadradas na categoria de “Regras Específicas”. Elas foram estabelecidas com base nas condições atuais de infraestrutura dos laboratórios.

Este documento foi aprovado para imediata implantação pela 13a. Assembléia Departamental em 30/10/2013. A não observação desta norma pode: impedir o acesso às dependências do departamento e aos laboratórios, interromper a realização de atividades individualmente ou coletivamente, aplicação de advertência verbal, suspensão ou processo administrativo.

2. Recomendações Gerais

Todo e qualquer trabalho a ser desenvolvido dentro de um laboratório apresenta riscos, seja por falta de manutenção de materiais e equipamentos, manipulação de materiais e produtos químicos, chama, eletricidade ou imprudência e desconhecimento do próprio usuário, que pode resultar em danos materiais ou acidentes pessoais, que podem acontecer quando menos se espera.

Assim, lembre-se sempre das principais regras básicas:

            Laboratório é local de trabalho sério, por isso desenvolva a disciplina, a responsabilidade e o profissionalismo.

·      O trabalho em laboratório exige concentração. Não converse desnecessariamente, nem distraia e brinque com seus colegas. Concentre-se no que estiver fazendo.

·      Prevenir acidentes é dever de cada um, portanto trabalhe com calma, cautela, dedicação e bom senso prevenindo e/ou minimizando os efeitos nefastos resultantes dos possíveis acidentes.

·      Nunca trabalhe sozinho no laboratório.

3.   Regras Gerais de Acesso aos Laboratórios e Dependências

1.         Utilizar roupas adequadas nos laboratórios e demais dependências do DEMAT.

2.         Manter os corredores, os laboratórios, os locais de trabalho e demais dependências do DEMAT sempre organizados e limpos.

3.         Portar de maneira civilizada e adequada ao local de trabalho. Não é permitido correr e sentar no chão nos corredores e dentro dos laboratórios.  Salvo quando a prática exigir.

4.         Não obstruir corredores e passagens. Evitar obstáculos que possam dificultar os deslocamentos de pessoas e equipamentos/materiais.

5.         Não é permitido fumar nas dependências do DEMAT.

6.         Não é permitido comer e fazer refeições nos corredores do DEMAT.

7.         Somente é permitida a entrada de pessoas autorizadas nos laboratórios.

8.         Realizar as práticas e trabalhos de aula no período de aula ou na presença do professor ou pessoa por ele designada.

9.         Utilizar quaisquer equipamentos e/ou materiais com autorização de professores ou pessoa por ele designada ou dos coordenadores.

10.     Utilizar os equipamentos de proteção individual (luvas, touca, máscara, óculos, etc) nas dependências do DEMAT de acordo com as orientações de segurança ou do professor.

4. Regras de Ordem Pessoal

1.         Utilizar roupas e calçados adequados às atividades a que estiverem realizando e que proporcionem maior segurança. O anexo 01 e 02 apresentam o vestuário dos alunos para as aulas teóricas e práticas.

NOTA 01 – Excepcionalmente será permitido o uso de camisas confeccionadas em alusão aos cursos ou confeccionadas pelos formandos (último ano do curso), desde que previamente autorizadas pela Diretoria do Campus e desde que dentro dos padrões exigidos.

2.         Usar calças compridas preferencialmente jeans.

NOTA 01 – Deve ser evitado o uso de roupas em tactel, saias, vestidos e trajes esportivos, e demais roupas que são inadequados ao ambiente dos laboratórios  dos cursos de engenharia. É VETADO o uso de camisetas, bermudas, roupas com mangas largas e pontas e demais roupas inadequadas e que também apresentam perigo durante a realização das práticas.

3.         Usar calçados fechados em couro ou similar, com sola antiderrapante. É VETADO o uso de sandálias, chinelos e sapatos fechados com saltos altos.

NOTA 01 - Os calçados esportivos (tênis) apesar de inadequados terão seu uso tolerado.

4.         Usar o jaleco (guardá-pó) de acordo com o modelo apresentado nos anexos 01 e 02.

5.         Utilizar o jaleco (guarda-pó) sempre fechado em qualquer situação. O ato de vesti-lo ou desvesti-lo sempre deve ser feito na entrada do laboratório, distante, portanto, das bancadas e equipamentos.

6.         Tomar os devidos cuidados com os cabelos, mantendo-os sempre presos.  Utilizar touca ou acessórios quando aplicado.

7.         Não utilizar lentes de contato no laboratório, pois podem ser danificadas por vapores de produtos químicos, soldas, causando lesões oculares graves.

8.         Proteger devidamente feridas expostas para realizar atividades dentro dos laboratórios.

5.  Regras Gerais de Utilização dos Laboratórios e Equipamentos

1.                  Somente é permitida a entrada de pessoas autorizadas nos laboratórios.

2.                  Somente é permitida a permanência de aluno sozinho nos laboratórios com autorização do professor e/ou coordenador.

3.                  É proibida a entrada de pessoas nos laboratórios, que não estiverem vestindo roupas adequadas.

4.                  É obrigatório utilizar o jaleco (guarda-pó) durante a realização de atividades dentro dos laboratórios. Salvo quando o laboratório exigir vestimenta específica.

5.                  É proibido ingerir alimentos ou bebidas dentro dos laboratórios. Salvo quando a orientação do professor permitir.

6.                  É proibido aplicar cosméticos dentro dos laboratórios.

7.                  Portar de maneira civilizada e adequada dentro do laboratório. É proibido sentar e debruçar/apoiar nos equipamentos e nas bancadas/mesas.

8.                  Avisar imediatamente ao professor ou coordenador em caso de acidentes.

9.                  Comunicar imediatamente ao professor ou coordenador, quando houver quebra ou dano de equipamentos e/ou materiais.

10.              Realizar as práticas e trabalhos de aula no período de aula ou na presença do professor ou pessoa por ele designada, ou ainda com a autorização do professor.

11.              Não fazer uso de equipamentos e/ou materiais e/ou produtos químicos que não fazem parte da aula prática.

12.              Utilizar quaisquer equipamentos e/ou materiais e/ou produtos químicos com autorização de professores ou pessoa por ele designada ou dos coordenadores.

13.              Não misturar material do laboratório com pertences pessoais.

14.              Não colocar sobre a bancada de trabalho, objetos de uso pessoal e/ou estranhos ao trabalho. Bolsas e sacolas devem ser colocadas nos locais apropriados (estantes próximas à porta de entrada do laboratório).

15.              Não utilizar equipamentos e/ou o materiais de outro laboratório sem a comunicação ao professor ou coordenador.

16.              Ler atentamente as instruções sobre a prática ou operação do equipamento antes de iniciar o trabalho.

17.              Não promover brincadeiras com equipamentos e materiais disponíveis no laboratório, uma vez que, os mesmos são de uso exclusivo para as aulas práticas e trabalhos de pesquisa.

18.              Manter sempre limpos e organizados o local de trabalho (bancadas/mesas) e os equipamentos. Evitar a colocação de obstáculos que possam dificultar deslocamentos e a rotina das práticas.

19.              Fechar todas as gavetas e portas que abrir.

NOTA 01 – Cada subgrupo é responsável pelos equipamentos e materiais usados, portanto, ao término de uma aula prática ou trabalho, tudo o que você usou deverá ser limpo e guardado em seus devidos lugares. Inclui equipamentos, ferramentas, peças e componentes, documentos e objetos escolares.

20.              O aluno e/ou subgrupo ficará responsável pela reposição de equipamentos e materiais faltantes

21.              Emprestar materiais e equipamentos do laboratório, somente com autorização dos professores do laboratório e coordenador e mediante assinatura de um termo de responsabilidade.

22.              Desligar equipamentos elétricos, luzes e ventiladores após concluir as atividades.

6. Regras Gerais de Segurança

1.                  Procurar conhecer o laboratório em que trabalha e a usar os seus equipamentos de segurança.

2.                  Procurar conhecer o funcionamento e a localização dos equipamentos de segurança tais como extintores, chuveiros de emergência, etc.

3.                  Ouvir sempre cuidadosamente do seu professor as instruções para a execução da prática ou utilização do equipamento. Em caso de dúvidas, procure dirimi-las antes do começo da execução da mesma ou se algo anormal tiver acontecido, chame o professor ou coordenador

4.                  Usar sempre equipamentos e materiais adequados. Improvisações são caminhos curtos para causar acidentes. O aluno deve estar sempre consciente do que está fazendo.

5.                  Não manusear qualquer equipamento, dispositivo, materiais ou substâncias sem ter noção completa dos riscos e dos cuidados envolvidos neste manuseio.

6.                  Avisar imediatamente ao professor ou coordenador qualquer acidente ocorrido.

7.                  Informar sempre aos seus colegas quando está sendo efetuado um experimento perigoso.

8.                  Utilizar sempre os equipamentos de proteção individual (óculos de segurança, luvas, touca, máscara, etc) de acordo com as normas de segurança ou orientações do professor. Atender as normas específicas do laboratório.

9.                  Usar luvas apropriadas durante a manipulação de objetos quentes e de substâncias que possam ser absorvidas pela pele (corrosivas, irritantes, cancerígenas, tóxicas ou nocivas).

10.              Não se expor a radiação UV, IV ou de luminosidade muito intensa sem a proteção adequada (óculos com lentes filtrantes).

11.              Não use lentes de contato quando houver riscos de vapores ou respingos. As lentes podem reter partículas ou absorver vapores e gases, descolorir ou ainda secar em ambientes com pouca umidade (as gelatinosas).

12.              Cobrir com óculos de segurança os óculos de grau, quando aplicável

13.              Não utilizar vidrarias e materiais de laboratório como utensílio doméstico ou para o preparo de alimentos e/ou bebidas.

14.               Não colocar alimento nas bancadas, armários, geladeiras e estufas dos laboratórios.

15.              Não leve as mãos à boca ou aos olhos quando estiver manuseando produtos químicos.

16.              Seguir as instruções do laboratório para o descarte de substâncias.

17.              Lave cuidadosamente as mãos com bastante água e sabão, após sair do laboratório.

18.              Tomar cuidado ao trabalhar com materiais imperfeitos, principalmente aços e vidros que tenham arestas cortantes.

19.              Todo material quebrado deve ser desprezado

20.              Regras de uso de material de vidro:

·      Não utilizar material de vidro quando trincado ou quebrado.

·      Colocar todo o material de vidro inservível no local identificado para este fim.

·      Não depositar cacos de vidro em recipiente de lixo.

·      Usar luvas grossas (de raspa de couro) e óculos de proteção sempre que: i) atravessar ou remover tubos de vidro ou termômetros em rolhas de borracha ou cortiça; ii) remover tampas de vidro emperradas; iii) remover cacos de vidro de superfícies, neste caso usar também pá de lixo e vassoura.

·      Proteger as mãos (com luvas de amianto, preferivelmente) quando for necessário manipular peças de vidro que estejam quentes.

·      Não deixar frascos quentes sem proteção sobre as bancadas do laboratório, coloque-os sobre placas de amianto.

·      Tomar cuidado ao aquecer recipiente de vidro com chama direta. Use, sempre que possível uma tela para dispersão de calor sobre a chama.

·      Não pressurizar recipientes de vidro sem conhecer a resistência dos mesmos.

21.              Tomar as Seguintes Medidas em Caso de Acidentes:

·      Manter a calma, desligar todos os equipamentos e materiais próximos, evacuar a área e não permitir a entrada no laboratório de pessoas estranhas.

·      Encaminhar para o atendimento médico do CEFET MG. , aguardar a chegada de socorro ou encaminhar a um hospital.

·      Havendo cortes não profundos, deve-se deixar sangrar um pouco e verificar se restaram estilhaços de ferro, vidro, dentre outros, no local. Lavar com água corrente e desinfetar com álcool, protegendo o ferimento com gaze esterilizada. Se houver sangramento ou hemorragia, pressionar o ferimento até cessar.

·      Em caso de acidente com fogo, se as proporções não forem grandes, abafa-se a chama com pano úmido. Se alguma roupa pegar fogo nunca correr, e sim rolar no chão ou envolver-se num cobertor.

·      Queimaduras térmicas, provocadas por chamas, água fervente ou placas quentes devem ser resfriadas com água e nunca com gelo. Recomenda-se um jato fraco de água levemente morna ou fria, demoradamente, sobre a zona queimada. Para aliviar a ardência pode ser usado creme de sulfadiazina de prata a 1 %.

·      Em caso de queimadura com ácido ou base, lava-se a região atingida com água corrente em abundância para remover todo o reagente. Se o produto cair no vestuário, removê-lo imediatamente. Em seguida providenciar cuidados médicos.

·      Se houver queimaduras químicas nos olhos, lavá-los abundantemente com água (lava-olhos). Em seguida procurar atendimento médico.

·      Quando houver inalação de gases, vapores ou poeiras afastar a pessoa afetada da área contaminada e levá-la para outro local bem arejado, afrouxar-lhe a roupa e mantê-la deitada de lado enquanto aguarda socorro médico. Nunca dar água, leite ou qualquer líquido.

·                     Se houver ingestão acidental de sólidos, ou líquidos, levar a pessoa imediatamente a um hospital, levando junto a anotação das especificações da substância ingerida. JAMAIS provocar o vômito.